Contrato de manutenção: Por que ele é tão importante?

Contrato de manutenção: por que ele é tão importante?

Geradores de energia são equipamentos essenciais para muitos ambientes, não é verdade? A simples falta de luz por algumas horas em um hospital, supermercado, padaria, casa de eventos, condomínio e outros estabelecimentos comerciais pode trazer inúmeros prejuízos. Fatos como esse não são difíceis de acontecer, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 67% das empresas que utilizam a eletricidade como principal fonte em seu processo produtivo são impactadas de forma significativa em razão das interrupções no serviço. Dessa maneira, diante de tantas turbulências, resguardar seu negócio com um gerador de energia é um bom investimento. Todavia, é preciso ficar atento, pois apenas ter o gerador à disposição não garante necessariamente o correto fornecimento de energia. É primordial fazer a manutenção preventiva dos dispositivos, garantindo o bom funcionamento do gerador e da rotina de trabalho. Nesse caso, o contrato de manutenção surge como fundamental. Com ele, solucionar um imprevisto não será um processo tão doloroso. Por isso, listamos algumas razões pelas quais você deve ter um contrato de manutenção, bem como isso irá melhorar o seu processo de trabalho.

O que é contrato de manutenção?

Essa é uma pergunta que muitos empresários fazem quando vão adquirir um equipamento. Na prática, o contrato de manutenção é a garantia de que o cliente irá receber um atendimento personalizado, bem como visitas quinzenais ou mensais para realização de manutenção preventiva dos equipamentos. Além do pronto atendimento, caso aconteça alguma falha. Vamos exemplificar isso para o nosso dia a dia: imagine que você é dono de um supermercado e de repente a energia acaba devido a uma forte chuva. Para piorar a situação, o gerador também não funciona. Decerto é um grande problema para resolver, não é verdade? E pior: ele não depende apenas de você. Dependendo do ocorrido, você pode ficar inesperadamente horas aguardando uma solução. Assim sendo, convenhamos: não é nada legal montar uma operação de última hora em busca de uma assistência técnica para “apagar o fogo”. E como tempo é dinheiro, no final das contas o prejuízo pode ser grande. Além disso, sua credibilidade no mercado pode ser comprometida. Com o contrato de manutenção, além de gargalos como esse serem mais difíceis de acontecer, técnicos especializados em manutenção preventiva de geradores estarão a sua disposição assim que o problema acontecer.

Economia para seu bolso

Outra vantagem em adotar o contrato é a economia que ele pode gerar para seu bolso. Afinal, além de deixar seu equipamento em dia e em perfeitas condições, essa prática garante manutenções preventivas e corretivas efetuadas somente por técnicos especializados no assunto. Em muitos casos, no momento de desespero, empresários fecham negócio com profissionais com pouco conhecimento para resolver o problema; mas acabam tendo uma dor de cabeça ainda maior. Gerando, desta forma, grandes prejuízos.

Comments are closed.